7 de out de 2013

Livros infantis grátis - Banco Itaú

Olá Pessoal!

Todo ano tem, neste também!

Não esqueça de pedir sua coleção de livros infantis do programa "Itaú Criança".
Neste ano, o Itaú lançou também alguns Apps para celular, que aperfeiçoarão sua experiência de leitura. Eu achei o máximo!!! Tem efeitos sonoros para montar uma playlist, e usá-las durante a leitura, animações pra dar uma dinâmica...
Clique na imagem e conheça o projeto. Neste mesmo link tem a opção de solicitar o kit via correio sem custos:


Boa leitura!!

2 de set de 2013

Software Gratuito da Bíblia Sagrada - The Word

Bom dia, galera!

Hoje, quero indicar um software livre para vocês, que está me ajudando muito nos estudos. Não há bons softwares livres brasileiros da Bíblia disponíveis para download, mas este aqui é encantador (originalmente em inglês).

Trata-se do "The Word - Bible Software".

Quais as vantagens?
* Interface em português, ou vários outros idiomas que preferir;
* Aceita instalação de várias versões da bíblia, inclusive originais do Grego e Hebraico;
* Faz comparações de versões, inclusive de outros idiomas lado a lado com até quatro versões;
* Possui comentários bíblico;
* Dicionário grego/hebraico em aba separada acompanhando sua leitura;
* Gráficos e Mapas.


Ainda não testei tudo o que este software pode fazer, mas só por isto aqui, vale o download.

Baixando pelo Superdownloads já vem com a interface em português:


Os complementos precisam ser baixados por pacotes separados, como as versões da bíblia em português e hebraico. O grego já vem com o software. Baixe os pacotes separados do site dos criadores:


Bom proveito!


29 de ago de 2013

Perfil de três reis – Gene Edwards

Veja como é interessante ter um blog que diga para você o valor de um livro: você pode ter algum destes que indicamos na sua prateleira, porque algum dia você resolveu comprar uma sacola e pôs ele dentro, mas não se animou em ler. Foi o que aconteceu comigo. Este já está na minha estante a mais de três anos, mas sempre o desmereci pelo título e pelo tamanho (são apenas 95 páginas).

Não são muitos livros que me fazem levantar as duas sobrancelhas, em espanto com a ideia do autor, este conseguiu por repetidas vezes.

O estilo de Edwards também impressiona. Ele faz parecer que estamos assistindo uma peça teatral, onde os autores encenam e seus atos constroem automaticamente na mente do leitor um perfil espiritual que nos confrontará sem rodeios. Daí passamos de expectadores a personagens que se autoanalisam. Quem somos? Lançamos as lanças, revidamos ou apenas nos desviamos?

Como ele tem poucas páginas, qualquer coisa que eu lhe diga, além disto, parecerá um spoiler (estragar a surpresa da leitura), então fica apenas o meu conselho: Não deixe terminar o ano sem ler este livro. Pouco tempo para lê-lo para muito aprendizado.

21 de ago de 2013

Como lidar com a sogra (e sogro, cunhados, genros, noras...) – Gary Champman

Quem nunca ouviu aquela célebre frase “acontece nas melhores famílias”?! Nenhuma família é perfeita e todas são cheias de tapas e beijos. Isso porque lidamos com seres humanos e cada um de nós somos peculiares em nossas opiniões, experiências, gostos... enfim.

Neste simples livro do Gary, vemos de modo bastante claro como lidar não somente com a sogra, mas com todos os nossos familiares. Embora seja escrito mais para casais recém-casados, é na verdade um excelente instrumento de relacionamentos para todos os parentes.

Quem não gostaria de aprender a ouvir, saber falar na hora certa, sugerir acordos que agradem a todos, respeitar e ser respeitado, ter liberdade nas decisões e amar de forma incondicional? É por essas áreas que somos orientados de modo cristão, sempre visando a saúde familiar e bom convívio entre todos.

Certamente é um exemplar que não pode faltar à sua estante. E vou logo avisando, a leitura é tão prazerosa que, de novo, li em uma tarde! Rsrs!!



12 de ago de 2013

A Poderosa Fraqueza de John Knox – Douglas Bond

Que eu sou apaixonada por biografias, todo mundo sabe. Mas eu havia dado uma paradinha nesse gênero, para aprender coisas novas. Nunca resisto... na FIEL Jovens 2013, cheguei na livraria pensando: “vou procurar biografias”. E a do John Knox tava na lista.

Meu pai sempre citou John Knox e sempre ressaltou justamente o ponto que o autor focou no livro: ele era um homem que na sua fraqueza era forte. Tal como Paulo que disse: “...quando sou fraco, então, é que sou forte.” (1 Coríntios 12.10).

Creio que é seguindo exemplos de vida humilde e desprovida de glórias humanas que mais nos parecemos com Cristo e, sem dúvidas, a vida simples e despretensiosa de Knox deve ser levada em altíssima conta, se queremos nos parecer cada vez mais com Cristo em nosso jeito de ser.


Um presbiteriano notável, que deixou um legado a todos os cristãos que anseiam viver à sombra da Cruz de Cristo. Não deixe de conhecê-lo e imitá-lo, pois ele foi um exímio imitador de Cristo.

Adquira na Livraria Fiel


1 de ago de 2013

Quando o dia nasceu – Piet Prins

Porque Julho combina com férias, a maioria das pessoas que ficam nesta condição aproveitam para atualizar a leitura daquela pilha de livros que exige mais atenção, mais reflexão. Os livros ‘fáceis’ ficam pro dia a dia, pro desestresse. Mas nessas férias eu fiz o caminho inverso... optei por ler algo mais ligth mesmo. E o livro escolhido foi “Quando o Dia Nasceu”, de Piet Prins, que foi escrito para adolescentes ou para quem, como eu, aprecia leituras infanto-juvenis como cano de escape para dias conturbados.

Eu disse dias?! Devia ter dito DIA... porque esse eu li em UM DIA. Dá pra se ter uma ideia do prazer que é lê-lo? Aquele livro que prende sua atenção e você não consegue simplesmente fechá-lo, tem logo de fazer a leitura do próximo capítulo, e do próximo, e só mais um... até que... ops, você resolve ler todo de uma vez. Rsrs!

Ele fala a narrativa da vida de Martin, um puritano que foge da perseguição aos reformados da Holanda para reencontrar seus pais, também fugitivos. Martin passa por mil e uma aventuras e apuros junto com adultos que se empenharam por ajudá-lo. É uma leitura que não só entretém, mas também encoraja os nossos corações a estarmos dispostos a sofrer todas as dores passageiras deste mundo para que desfrutemos da vida eterna.

É recomendado para todas as idades. É um excelente presente para aquela criança ou adolescente que ama ler, mas tem poucas opções de livros cristãos ao seu redor. E para aqueles que, como eu, gostam de espairecer a cabeça com livros encantadores.

Ah... julho acabou?! Não fica triste, dá um bônus de férias ao seu cérebro. Enquanto você se readapta à rotina, ele vai sentindo um pouco o gostinho de ‘quero logo as próximas férias’!! Boa leitura!!

Adquira na CLIRE



19 de jul de 2013

Triunfo da Fé: Lidando com o problema do mal – Heber Campos Jr.


Aqueles que são participantes das conferências da editora Fiel têm um carinho especial pelo Pr. Heber Campos Jr., por causa das suas pregações que sempre nos encorajam na vida espiritual. Foi uma surpresa agradável saber que ele estaria se lançando agora nesse mundo da literatura cristã.

O que posso adiantar dessa leitura em nível de satisfação é que ele é tão bom escrevendo quanto pregando.

Mas vamos ao conteúdo do livro.

O livro é baseado numa série de sermões que ele pregou em sua igreja (Igreja Presbiteriana Aliança em Limeira), todas no livro de Habacuque. Aqueles que conhecem o Pr. Heber sabem que ele é pregador expositivo, e o livro seguiu esse estilo, apesar de ter um tema principal: “Lidando com o problema do mal”.

Não é um estudo doutrinário exegético sobre o mal. Heber traz a tona todos os questionamentos do coração de Habacuque e nos faz enxergar a nós mesmos como questionadores nos momentos de crise.

Você deve conhecer a história do livro de Habacuque. Sabe que Habacuque não era um homem sem fé. Ele apenas queria respostas aos nós que a história, orquestrada pelo Deus soberano, causaram em sua mente. Por exemplo: Se o povo Dele vivia sobre o pecado e a violência, porque Ele não mandou um avivalista, como aconteceu nos tempos do rei Josias? Deus responde que disciplinará seu povo através da terrível Babilônia. Habacuque entende, mas na sua réplica, questiona:

Ok Senhor, é justo disciplinar esse povo mal, mas... “Tu és tão puro de olhos, que não podes ver o mal, e a opressão não podes contemplar. Por que olhas para os que procedem aleivosamente, e te calas quando o ímpio devora aquele que é mais justo do que ele?” Hc 1:13

É um nó tremendo. Não quero adiantar essas respostas, mas instigá-lo a ler este ótimo livro.

Só acrescento aqui mais um ponto que Heber trata acerca do mal e que tem sido uma moda de “igreja” nos últimos tempos: O endeusamento do Diabo. Não entenda mal, não é de satanismo que falo, mas sim de tratar o Diabo como um grande e forte inimigo, que tenta frustrar os planos de Deus a todo o tempo. Com todo esse poder, Satanás é quase um deus na mente de muita gente, embora que não se admite isso. Essa ideia existe para tentar justificar Deus sobre o mal que acontece no mundo. Este livro te dará uma melhor compreensão acerca da soberania de Deus, seus planos não são frustrados por ninguém, e claro, ele não precisa de ninguém para justificá-lo.

Acho que já expus motivos suficientes para você adquirir este livro. Boa leitura!!!


21 de mai de 2013

Resultado Concurso "Minha mãe também é linda"

Chegamos ao dia de anunciar o mais novo ganhador dos presentinhos do Baluarte Literário.

O concurso Minha mãe também é linda teve início na sexta-feira, dia 10 de maio, por ocasião da inauguração do novo layout do blog e do Dia das mães. Consistia em responder a pergunta: Como sua mãe torna sua vida mais bonita?

E o ganhador, ou melhor, ganhadora é Amanda Uchoa com a resposta:

"Bom, como a minha mãe torna a minha vida mais bonita? É isso mesmo, ela torna minha vida mais bonita quando se levanta para fazer meu café, ao me abençoar de manhã cedo quando vou ao colégio e pergunta se não estou esquecendo nada. Quando não pode me oferecer algo que quero, se esforça pra poder me dar mesmo assim. Quando todo o dia se sacrifica por mim, quando sorri com aqueles dentes lindos e branquinhos, quando não sei a matéria da escola e ela tenta me ajudar mesmo não sabendo também. Quando faz aquele feijão todos os dias pra mim só por que eu não como os outros, quando fazemos danças malucas e vídeos engraçados (segredo). Quando me repreende na palavra de Deus, e isso sempre acontece para eu crescer, quando oramos e choramos juntas, quando me manda ficar calada quando estou falando muito ou se estou errada. Quando reparte um bombom em mil pedaços, me manda lavar as louças pra treinar logo para quando eu casar meu marido não sofrer. É muito pra falar o quanto ela torna minha vida todos os dias cada vez mais bonita, mas esses jeitos são os que marcam". 

A Amanda ganhou o livro "Reflexões de uma mãe", lançamento da Editora Fiel. Agradecemos à Editora Fiel pela gentileza de nos ceder o exemplar.

Amanda Uchoa, entre em contato conosco nas próximas 72h para nos passar os dados para entrega do seu prêmio.

É isso aí, fiquem ligados nas próximas publicações do Baluarte Literário.

15 de mai de 2013

Mulher nota 10 - Hernandes Dias Lopes

Final de semana passado, a mamãe resolveu que queria passar o Dia das Mães com seus dois filhos e seus dois netos. Por isso, no sábado tomamos o ‘bonde’ pra Recife, onde ficamos o final de semana inteiro em ‘quase’ família (papai ficou em casa pra passar com a mãe dele, rsrs).

Quando cheguei lá, minha cunhada (a famosa Pitadinha) tomou um livro na estante e disse: “chegou ontem, você vai gostar! Lê nesse final de semana!”. Ela sabe duas coisas: (1) eu leio rápido e; (2) eu AMOOOOOOOO leitura sobre família e afins.

A sugestão foi acertada e, numa tarde de domingo, enquanto os sobrinhos dormiam, eu deitei no sofá e me deliciei numa leitura prazerosa do livro “Mulher nota 10” do, tão conhecido, Pr. Hernandes Dias Lopes.

O livro é fininho (daqueles que chamamos de livreto). Tem 8 capítulos embasados em Provérbios 31 que vão desde a comunhão com Deus, passando pelos relacionamentos humanos até chegar à comunhão consigo mesma.

É um bom presente para mulheres casadas, para mães, para homens que acham que não entendem as mulheres (rsrs...) e para as que, como eu, estão se preparando para a missão de ser mãe um dia, se for da vontade de Deus.

No fim de tudo, não deixe este de fora da sua estante. Garanto que não se arrependerá!!

Adquira aqui, na Editora Hagnos 


10 de mai de 2013

Uma nova cara e uma nova promoção

Sejam todos bem-vindos à casa reformada do Baluarte Literário! Gostaram? É o mesmo Baluarte de sempre, mas agora de cara nova. Ainda temos alguns ajustes a fazer, mas desse jeitinho já dá pra voltarmos às atividades. Pedimos só mais um pouco da sua paciência.

Reformamos a nossa casa na aparência, que agora está mais clean, mas também queremos aperfeiçoar nosso relacionamento com você, querido amigo e leitor. Nossa intenção não é ter ibope de leitura (sequer usamos anúncios do Google para ganhar dinheiro com visitas), mas achamos ser uma boa causa estimulá-lo a ler mais, especialmente leituras cristãs, que nos ajudam a moldar o caráter, o comportamento, mudar hábitos etc. Potencializar o homem para um ser humano melhor é sempre um ato nobre, e cremos que o livro, entre outras coisas, também exerce essa função.

Já fizemos menção aqui sobre uma pesquisa do Instituto Pró Livro com relação ao retrato da leitura no Brasil. Apesar do índice ainda ser baixo em comparação a outros países, de uma pesquisa a outra, estamos com números crescentes. Um dos dados que esta pesquisa esclarece é o gênero de livro que no geral os brasileiros costumam ler:

Como se pode perceber, Bíblia e Livros Religiosos são o Top 3 de leitura. Como traduzimos isso? Que os cristãos (embora que em livros religiosos constem outros não cristãos, mas em menor escala) são corresponsáveis em melhorar os níveis de leitura no país. Não apenas criando um país que lê mais, mas também com seres humanos mais conscientes de seu papel na sociedade.

Com isso, queremos não apenas dizer que renovamos a casa, mas fazer-lhe um convite para que renove um voto que propomos aqui no Baluarte Literário no ano novo: De que leria mais livros esse ano. Porque é legal ser lindo por fora, mas é igualmente belo e útil ter a cabeça, a mente, o coração, o caráter... renovados e transformados com o fruto do Espírito e com o conhecimento que Deus permite que tenhamos.

Promoção: Concurso cultural "Minha mãe também é linda"

E nesse clima de coisa nova queremos também colocar novidade na sua estante. Então, pra comemorar a reforma da casa e também fazendo alusão ao Dia das Mães, que já é nesse domingo próximo, o Baluarte Literário lança o concurso cultural Minha mãe também é linda.

Para participar basta acessar o Formulário do Concurso (Clique aqui) e responder a pergunta: Como sua mãe torna sua vida mais bonita? A melhor resposta será escolhida pela equipe do Baluarte Literário e ganhará o livro REFLEXÕES DE UMA MÃE de autoria de Doris C. Aldrich. A publicação é novíssima, lançamento do mês de maio da Editora Fiel que gentilmente nos cedeu o exemplar para promoção aqui no blog.

Regras:
1) São válidas respostas enviadas até às 23h59min da sexta -feira, dia 17 de maio de 2013.
2) O resultado será divulgado aqui no blog até a terça-feira, dia 21 de maio de 2013.
3) Não serão aceitos textos enviados fora do prazo.
4) Os textos devem ter no máximo 15 linhas.
5) O participante deve ter endereço para entrega no Brasil.
6) Não precisa ser seguidor do blog nem ser curtidor da nossa Fanpage, mas se você fizer isso ficaríamos muito felizes.

E aí, gostaram? Estamos ansiosos por receber as respostas de vocês. Divulguem a promoção e que vença o melhor! Até mais!

24 de abr de 2013

O piloto das selvas - Russell T. Hitt & Walter Kaschel

Eu tinha cerca de oito anos quando assisti a minha primeira peça de teatro. Era uma produção da igreja em que eu me congregava e se intitulava “Ponte de Sangue”. A experiência foi ainda mais significativa para mim, pois meus pais estavam no elenco. Eles faziam o papel de Jim e Betty Elliot. O enredo tratava da experiência de cinco jovens casais missionários que queriam pregar o evangelho entre os aucas, tribos indígenas completamente distantes da civilização, situados próximo à linha do Equador. Um dos personagens principais era Nate Saint, um jovem apaixonado por aviação, que não pôde realizar seu sonho de ser piloto da força aérea americana devido a complicações em sua saúde.

O Piloto das Selvas é um livro que estava em uma das estantes da minha casa há quase 20 anos. Foi um presente de aniversário que minha mãe ganhou de um dos irmãos que também estava no elenco da peça que eles, lindamente, interpretaram em 1993. E este livro trata exatamente da vida de Nate Saint e de como Deus providenciou o encontro desses amigos (os cinco casais, entre eles Jim e Betty Elliot) que introduziram missões às tribos aucas.

Eu nunca tinha me interessado por ler, pois achava que, como já conhecia a estória, não teria muita coisa a me acrescentar. Mas uma coisa tenho a dizer: É um relato extremamente emocionante, com partes do diário pessoal de Nate (eu amo diários), que nos leva a profundas reflexões sobre a nossa utilidade no Reino. Pelo título da obra, creio que não solto nenhum spoiler em dizer que Nate tornou-se um piloto do exército celeste, né? E não, o livro não era nada do que eu pensava, ele narra os bastidores da missão, e não apenas a missão propriamente dita, que era a estória que eu conhecia.

Um livro pequenininho, com um pouco mais de 100 páginas, bem antigo (a minha versão é de 1978) e por isso, não tem lá a melhor diagramação (é bem ruinzinha mesmo) e possui uma linguagem menos dinâmica que os livros de hoje em dia. Mas a grandiosidade do evento te prende e faz dele uma estória que devia entrar para a História das missões mundiais. Quem gosta de biografias missionárias deve ler.

A edição é da Missão Asas de Socorro, mas é impresso e publicado pela editora Betânia. Você pode adquiri-lo sob encomenda com a própria Editora, com a Missão ou em sebos (já que é um livro antigo). É bem provável que encontre em bibliotecas de seminários e igrejas.

Sejam todos muito edificados. Beijo!

Ps. 1: Infelizmente, a versão que eu possuo está com algumas páginas em branco. L Creio que foi um erro de impressão mesmo, não me parecia ser desgaste do tempo, porém isso não me fez muita falta durante a leitura. Mas fica o alerta: Preste atenção nesse detalhe quando for escolher sua versão. Espero que você tenha mais sorte do que eu encontre um bem completinho. ;-)

Ps. 2: Trabalho com diagramação gráfica e, de tanto amor que senti por ele, fiquei super interessada em rediagramar esse título. Quem sabe numa nova edição linda, ele volte a vender aos montes. <3

15 de abr de 2013

O que ele deve ser... Se quiser casar com minha filha - Voddie Baucham Jr.


O Boss, ops... O Chefe... Digo... O Celso sempre costuma dizer em nossas conversas informais que eu aprecio muito discussões sobre família: é um FATO. Aqui estou indicando mais um clássico que não pode faltar na estante de quem valoriza a instituição familiar, criada por Deus.

Lembro que em meados de 2011, quando meu amigo e irmão em Cristo, Márcio Santana, estava fazendo a diagramação da capa deste livro (que por sinal ficou belíssima!), enviou-me um e-mail contando que, em breve, seria lançado um livro que eu ia adorar fazer a leitura. Bem... err... confesso que estava fugindo um pouco por causa do título, eu tinha medo do que encontraria pelas páginas do livro. Até mesmo porque um dos comentadores do livro cuidou em dizer que mesmo que você não concorde com todos os detalhes, seria beneficiado com a leitura.

Bem, esse ano, mais precisamente este mês, rendi-me ao medo do que leria e prontamente fiz o pedido do livro na Editora Monergismo. Num instante recebi a encomenda e, mesmo com o caos dos estudos seculares, eu comecei a lê-lo, e...

Sabe quando um livro é MUITO bom e você não quer parar de lê-lo? Passa a hora de dormir e você está ali, grudada nas páginas, lendo, pensando, grifando... Foi o que aconteceu comigo na leitura deste.

Voddie Baucham Jr. dá conselhos maravilhosos e até ousados, considerando a nossa cultura moderninha, mas de um modo simples e acolhedor. É impossível não se surpreender até mesmo com aqueles detalhes que você não concorda, inicialmente.

O tema tratado é instigante... Ainda mais porque na nossa sociedade estamos acostumados a procurar pessoas que nos satisfaçam, para que seja nosso cônjuge, quando na verdade deveríamos procurar um imitador de Cristo que será, antes de tudo, provedor, protetor, profeta e sacerdote do seu lar... O resto será conseqüência, benefício de uma família que serve a Cristo com integridade de coração.

Adquira na Editora Monergismo

10 de abr de 2013

Ouse ser firme - Stuart Olyott

Quando vi o título deste livro, achei que Olyott ia fazer um estudo exegético do primeiro capítulo de Daniel, e talvez da cova dos leões. Isto apostando numa habilidade sobre humana de exegese, para reproduzir 205 páginas de apenas um capítulo e outro, afinal, conhecia bem o livro de Daniel. Grande parte dele se dedica em profetizar sobre a “história” do mundo (história na nossa perspectiva temporal, já que tudo que Daniel profetizou, aconteceu). Do capitulo nove em diante, quase não há contato de Daniel com pessoas. São apenas relatos de suas visões. Então como falar do tema "firmeza" nessa circustância literária?

De qualquer maneira Ollyott me surpreendeu com este excelente livro. Ele viu a perseverança de Daniel, no desenrolar da história. Os reis foram trocados, primeiro Nabucodonosor, depois Nabonido (tempo de Belsazar), Dário, Ciro, e lá continuou Daniel, homem importante do seu tempo e sempre temente a Deus. Encerrou seu livro com as palavras de incentivo de nosso Senhor: 

“Tu, porém, vai até ao fim; porque descansarás, e te levantarás na tua herança, no fim dos dias. Daniel 12:13”

 Há muito que aprender neste livro. Tanto que demorei um pouco para termina-lo, porque a história me levava a desenterrar outros livros que tenho lá em casa, como “História” de Heródoto, e até “Código de Hamurabi” (Direito dos Caldeus). As grandes lições a serem aprendidas são a soberania de Deus na história do mundo e a perseverança dos santos. Perseverança essa que é assegurada pelo próprio Deus:

“Deus não se interessa muito por números, mas insiste em que nunca ficará sem testemunhas” (Página 13).

Esta menção de Olyott ilustra bem o que acontece no capítulo três, sobre os que perseveraram contra a ordem do rei, em se dobrar diante da grande estátua de Nabucodonosor. Eram apenas três. Os poucos que faziam a diferença.

Este livro é um estimulante a viver uma vida de firmeza, e sei que como humanos, precisamos vez ou outra de uma palavra de incentivo. Não é uma necessidade particular dos jovens, mas também dos mais velhos. O versículo citado acima (Dn 13:13) foi dito pelo Senhor quando Daniel tinha 84 anos. Então, vai aí minha indicação.

Você pode adquirir na Loja da Editora FIEL

3 de abr de 2013

Enriquezca su personalidad – Florence Littauer

Desenvolvi interesse pelo tema dos temperamentos humanos depois de tanto ouvir um amigo falar acerca deles. Para todo rasgo de sua personalidade ele vinha com a “desculpa” do “tenho o temperamento tal”. Isso me deu certo abusinho, mas aguçou minha curiosidade pela temática.
Informalmente, em uma tarde qualquer conversando sobre isso, uma amiga citou esse livro, e tal foi meu interesse em lê-lo que em 10 minutos eu já o havia comprado num site. Ele chegou a minha casa, muitas outras ocupações chegaram também e ele ficou adormecido lá na estante.
Em uma noite de insônia, resolvi pegar Enriquezca su personalidad para começar a ler, tal era meu desespero para ter sono. Rsrs! Eu imaginava que a dificuldade da leitura em outra língua me faria dormir mais rápido. Mas que nada! Eu me deleitava tanto logo nas primeiras páginas que tive de lutar para parar de ler e realmente tentar pegar no sono, pois eu precisava estar descansada para trabalhar no dia seguinte. :P
Simplesmente ma-ra-vi-lho-so! Desses livros que a gente tem saudade quando acaba. *-*
Eu não sabia antes de ler que ele é um livro cristão. Essa informação me deu mais prazer ainda na leitura. Florence Littauer é uma psicóloga cristã que trabalha como palestrante e conselheira (principalmente de casais) com seu esposo, Fred.
Fiquei apaixonada por sua forma de escrita (méritos para o tradutor para língua espanhola também) e sua didática impecável em tratar de um assunto delicado de uma forma tão leve e honesta. Ela não se constrange em explicar as debilidades de cada temperamento e é justa aos mostrar os pontos fortes de cada um deles. Fala de curiosidades, conta inúmeras histórias e acima de toda característica que possa ser predisposta a cada um de nós, ela defende que o Espírito Santo é quem molda nossa vida, portanto, podemos confiar nele para nos ajudar a dominarmos nosso temperamento.
O principal objetivo do livro é mostrar como podemos melhorar na prática nosso relacionamento com outras pessoas a partir do entendimento das características do temperamento delas e do nosso próprio. Podemos sim nos identificar e reconhecer as nossas debilidades e buscar minimizá-las em amor ao nosso próximo. Inclusive, na primeira parte do livro, é proposto um exercício em que, através das suas respostas, você descobre que temperamento ou combinação de temperamentos você (provavelmente) tem. Confesso que, inicialmente, me surpreendi com o meu resultado. Mas depois, fui lembrando da minha história e acabei concordando com Florece de que realmente devo fazer parte daquele grupo. 
Divirta-se com as hilárias histórias das esposas sanguíneas, admire aos melancólicos (e sinta um pouco de raiva deles também), se emocione com fatos fleumáticos e compreenda aos coléricos. Rsrsrs!
Dentre as muitas histórias reais narradas para ilustrar Enriquezca su personalidad, quase choro com o lindo relato de uma esposa sanguínea acerca de seu esposo fleumático e com o cuidado de um irmão melancólico para com sua irmã sanguínea. Muito interessante também é a atitude de uma amiga colérica para com suas amigas fleumáticas. E antes que eu não me contenha e solte milhares de spoilers, é melhor parar por aqui e terminar dizendo que recomendo essa leitura da capa à quarta capa! Sem dúvida, até agora, foi meu livro mais prazeroso do ano (e eu já li uma considerável quantia, viu?).
Ah! Não sei se o livro foi editado em português. O original é em inglês intitulado Personality Plus e tem tradução para o espanhol, que foi o que preferi ler. Eu comprei o meu na Estante Virtual.

Depois me conta o que achou, tá? Beijo!

20 de mar de 2013

Cave Mais Fundo - Joshua Harris

Olá, Pessoal, tudo bem?

Andei um pouco sumida do blog por causa dos estudos de Mestrado, mas graças a Deus que o ritmo diminuiu um pouco e eu posso partilhar com vocês das minhas leituras cristãs.

Hoje, eu queria reforçar uma indicação feita algum tempo atrás pelo Boss, digo, o meu querido amigo, Celso. É o livro do Joshua Harris, Cave mais fundo.

Na Fiel Jovens 2012 (aliás, você já fez sua inscrição pra Fiel Jovens 2013? Não, não tem a ver com a torcida do Corinthians e sim com um dos melhores congressos para jovens comprometidos com a Verdade. Vale à pena prestigiar), eu comprei vários livros (porque lá os participantes têm superdescontos de até 50%) e ele veio junto e estava aqui na minha estante, esperando a vez de ser lido.

É verdade que eu demorei um pouco a ler. Culpa dos estudos seculares, porque é o tipo de livro que se lê em 2 segundos...Ops, tou exagerando... É um livro que se lê rapidinho. Porém, são tantas lições maravilhosas que valeu o fato de ter lido devagarzinho, degustando cada lição dada. Foi uma leitura das boas, como dizemos por aqui. Rsrs!

Cave mais fundo é o tipo de livro que se indica para quem está engatinhando na fé, mas na verdade, todos devem ler mesmo, porque ele nos lembra quão pequeninos nós somos e quão grande é o nosso Deus e a Sua obra. Além de que, durante toda leitura, ficamos perplexos com a maravilhosa dependência que temos dEle.

Tou apressada?! É impressão (ou não!!). Corre... corre na livraria on line da FIEL e compra logo, você vai ver que não estou brincando quando digo que é bão demais da conta!

Boss, valeu por indicar. Eu li, amei... E agora indico de novo! J

21 de fev de 2013

Andando nos passos de Jesus - Larry McCall

Não sei por que ainda não tinha indicado esse livro aqui. Já fazem alguns anos que o li pela primeira vez. E quem foi a Conferência Fiel para Jovens em 2009 certamente o recebeu no kit do evento. Então, muitos seguidores aqui do Baluarte Literário devem ter esse livro em sua estante.

Confesso que não dei muita atenção a ele de imediato e apenas um ano depois o li com perseverança e afinco. Pra falar a verdade, devorei cada capítulo. Lembrei dele num planejamento de aulas de EBD (Escola Bíblica Dominical). Eu acabara de passar um semestre falando com meus alunos (adolescentes de 12 a 16 anos) sobre a missão que temos de amar. Sim, amar em todos os contextos. Nossos estudos eram baseados na epístola de I João (O apóstolo amado. Também te amo, João) e eu queria continuar falando dentro desse tema, só que de uma forma mais prática, usando exemplos reais para mostrar a eles que éramos capazes de realizar tudo que havíamos aprendido. Foi aí que lembrei de Andando nos passos de Jesus.

Corri para minha estante e achei o livro. Dei uma olhada no sumário e fui lendo os capítulos com aquele olho clínico de professor pra ver se o que estava explanado ali condizia com o que eu estava procurando (prática, doutrina etc). E não é que deu certinho? Que melhor exemplo que Jesus para nos ensinar a por em prática os ensinamentos das Escrituras?

Eu gostei desse livro em todos os sentidos. Os aspectos físicos dele me agradam bastante (diagramação, fonte e espaçamento ok, folhas amareladas que eu amo <3) e o conteúdo é de um acesso incrível. A linguagem é clara e concisa, e o Pr. Larry MacCall usa muitas referências bíblicas no corpo do texto respaldando cada tema. Os capítulos são independentes, curtos e apresentam caracteríscas da pessoa de Jesus em situações diversas. O objetivo é funcionar como impulsionador de autoexame. Ao final de cada capítulo, existem algumas perguntas para você relembrar o que leu e examinar a sua vida em comparação com a de Cristo. Pode muito bem funcionar como apoio para tempo devocional individual ou para estudos em grupo, que foi como eu usei.

O resultado dessa minha leitura foram oito meses de estudos focados na pessoa de Jesus Cristo com meus alunos amados, muitos sorrisos, conversões, visíveis mudanças de atitude (inclusive minhas), o incentivo ao gosto da leitura entre adolescentes e um dos períodos de EBD mais inesquecíveis de todos os tempos.

Lembrando que este não é um livro infanto-juvenil. Eu o usei na classe, porque vi que meus irmãozinhos acompanhariam o raciocínio. Então, se você quiser estudá-lo com adultos, vá em frente. Esta é, sem dúvida, uma leitura que antes de edificar outras vidas, edificará a sua, assim como aconteceu comigo. Afinal, a vida de Jesus nos constrange e Ele nos convida a andar como Ele andou.

Se você gostaria de possuir o livro físico, é só comprar na Loja Virtual da Editora Fiel.
Mas se você quiser conferir a obra antes ou está sem grana, a moleza é que tem E-book grátis
Obrigada por tudo e boa leitura.

6 de fev de 2013

De volta ao lar - Mary Pride


Olá, pessoal, como vão?
Hoje eu quero escrever para vocês um post especial. Num momento crucial como este que o cristianismo está evidenciando no Brasil com a aprovação da União Homossexual (intensamente defendida pelo movimento GLBT e sua agenda Gay) eu gostaria de chamá-lo de volta à família, de volta ao lar.
Uma ex-feminista, resgatada pela Palavra de Deus, Mary Pride se prontifica a desmascarar toda concepção humanista, anti-bíblica e antropocêntrica que as feministas e tantos outros movimentos pregam em nossos dias. Tais concepções deturpam a Verdade revelada na Palavra de Deus além de contribuir para o esfacelamento da célula-mater da sociedade, que é a família que Deus criou para a boa convivência dos homens na terra e glorificação do nome de Cristo.
Quando li este livro pela primeira vez, entrei em crise. Estava nos primeiros meses da Universidade e a sociologia falava alto na minha mente. Achei inadimissível lê-lo e mais ainda, vivê-lo da maneira cristã como a autora apresentava a família. Fiquei triste, muito triste... mas não me limitei a uma leitura só. Encarei uma segunda leitura! Desta vez, debaixo de oração para que o Espírito Santo fosse comigo e me quebrantasse diante de tais verdades, para que eu não fosse engolida pelas filosofias humanistas do mundo. Resultado: hoje eu sou bem conhecida por defender a família, por amar esta instituição divina e por ansiar a cada minuto por aquela família da qual serei mãe, se Deus assim permitir.
Embora seja um livro escrito para mulheres, eu recomendo aos homens também, afinal, a família não é composta apenas de mulheres, não é mesmo? Os homens precisam estar cientes do todo, afinal, é do marido que Deus pedirá contas do lar.
Não hesitem em comprar este exemplar, queridos leitores, tenho plena convicção de que fará diferença na vida de cada um de vocês, tanto quanto fez na minha.

Adquira aqui

9 de jan de 2013

O que estão ensinando aos nossos filhos? - Solano Portela


O tema é urgente para os professores, coordenadores, diretores, enfim, qualquer um que lide com educação neste país e professe a fé cristã. E, embora o livro use alguns termos técnicos da Pedagogia, seria ideal que os pais também se interessassem por este título. Nada que uma pesquisa no google não esclareça com nível suficiente alguns conceitos que você talvez não conheça.

Os números alarmantes das mais diversas formas de avaliação no país, não é apenas causa social/econômica. Não é apenas uma questão de investimentos público. É claro que isto também conta, mas no caule do tronco há um problema central que este livro tratará com profundidade. Problema responsável diretamente por números como este:

• 61% dos alunos do 5º ano não conseguem interpretar textos simples. 60% dos alunos do 9º ano não interpretam textos dissertativos.
• 65% dos alunos do 5º ano não dominam o cálculo, 60% dos alunos do 9º ano não sabem realizar cálculos de porcentagem.

Solano Portela faz uma abordagem dos resultados do Construtivismo na educação brasileira. Esta teoria pedagógica é largamente utilizada no sistema de ensino brasileiro de escolas públicas e privadas. É também inquestionável nas faculdades de pedagogia, pregado como se fosse modelo único e ideal, causando um verdadeiro paradoxo entre a teoria da faculdade e a realidade na sala de aula.

Entre seus males, o construtivismo tem desassociado as disciplinas uma das outras, principalmente da filosofia. Qual é o grande mal de adquirir conhecimento sem vínculo com a filosofia? Nossa filosofia, baseada na cosmovisão cristã entra em choque com a ciência, e causa uma verdadeira confusão no entendimento da criança. Deus está ausente em tudo o que ela aprende sobre física, biologia história. Logo o Deus está na igreja, mas não rege o mundo que ela conhece na escola.

Solano chama a atenção para o modo como nos comportamos quanto a isso. No geral, os cristãos fazem naturalmente essa divisão: Escola x Igreja. Ocorre que não deveriam ser agentes de disputa. O que falta mesmo é esta cosmovisão cristã permeando as disciplinas nas escolas. E, quanto à igreja, não ser passiva quanto a métodos, como o construtivismo, que tem sido base inclusive de escolas tidas por cristãs. Afinal, para ser uma “Escola Cristã” não basta ter aula de religião, não basta ter um versículo bíblico na lousa ou fazer uma oração para iniciar a aula. A proposta de Solano é uma pedagogia redentiva. Uma revolução no ensino? Nenhum esforço que não valha a pena pela boa educação dos nossos filhos, por uma ciência saudável sem conflito com o Criador de todas as coisas.

Adquira seu exemplar: Editora FIEL

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...