24 de abr de 2013

O piloto das selvas - Russell T. Hitt & Walter Kaschel

Eu tinha cerca de oito anos quando assisti a minha primeira peça de teatro. Era uma produção da igreja em que eu me congregava e se intitulava “Ponte de Sangue”. A experiência foi ainda mais significativa para mim, pois meus pais estavam no elenco. Eles faziam o papel de Jim e Betty Elliot. O enredo tratava da experiência de cinco jovens casais missionários que queriam pregar o evangelho entre os aucas, tribos indígenas completamente distantes da civilização, situados próximo à linha do Equador. Um dos personagens principais era Nate Saint, um jovem apaixonado por aviação, que não pôde realizar seu sonho de ser piloto da força aérea americana devido a complicações em sua saúde.

O Piloto das Selvas é um livro que estava em uma das estantes da minha casa há quase 20 anos. Foi um presente de aniversário que minha mãe ganhou de um dos irmãos que também estava no elenco da peça que eles, lindamente, interpretaram em 1993. E este livro trata exatamente da vida de Nate Saint e de como Deus providenciou o encontro desses amigos (os cinco casais, entre eles Jim e Betty Elliot) que introduziram missões às tribos aucas.

Eu nunca tinha me interessado por ler, pois achava que, como já conhecia a estória, não teria muita coisa a me acrescentar. Mas uma coisa tenho a dizer: É um relato extremamente emocionante, com partes do diário pessoal de Nate (eu amo diários), que nos leva a profundas reflexões sobre a nossa utilidade no Reino. Pelo título da obra, creio que não solto nenhum spoiler em dizer que Nate tornou-se um piloto do exército celeste, né? E não, o livro não era nada do que eu pensava, ele narra os bastidores da missão, e não apenas a missão propriamente dita, que era a estória que eu conhecia.

Um livro pequenininho, com um pouco mais de 100 páginas, bem antigo (a minha versão é de 1978) e por isso, não tem lá a melhor diagramação (é bem ruinzinha mesmo) e possui uma linguagem menos dinâmica que os livros de hoje em dia. Mas a grandiosidade do evento te prende e faz dele uma estória que devia entrar para a História das missões mundiais. Quem gosta de biografias missionárias deve ler.

A edição é da Missão Asas de Socorro, mas é impresso e publicado pela editora Betânia. Você pode adquiri-lo sob encomenda com a própria Editora, com a Missão ou em sebos (já que é um livro antigo). É bem provável que encontre em bibliotecas de seminários e igrejas.

Sejam todos muito edificados. Beijo!

Ps. 1: Infelizmente, a versão que eu possuo está com algumas páginas em branco. L Creio que foi um erro de impressão mesmo, não me parecia ser desgaste do tempo, porém isso não me fez muita falta durante a leitura. Mas fica o alerta: Preste atenção nesse detalhe quando for escolher sua versão. Espero que você tenha mais sorte do que eu encontre um bem completinho. ;-)

Ps. 2: Trabalho com diagramação gráfica e, de tanto amor que senti por ele, fiquei super interessada em rediagramar esse título. Quem sabe numa nova edição linda, ele volte a vender aos montes. <3

15 de abr de 2013

O que ele deve ser... Se quiser casar com minha filha - Voddie Baucham Jr.


O Boss, ops... O Chefe... Digo... O Celso sempre costuma dizer em nossas conversas informais que eu aprecio muito discussões sobre família: é um FATO. Aqui estou indicando mais um clássico que não pode faltar na estante de quem valoriza a instituição familiar, criada por Deus.

Lembro que em meados de 2011, quando meu amigo e irmão em Cristo, Márcio Santana, estava fazendo a diagramação da capa deste livro (que por sinal ficou belíssima!), enviou-me um e-mail contando que, em breve, seria lançado um livro que eu ia adorar fazer a leitura. Bem... err... confesso que estava fugindo um pouco por causa do título, eu tinha medo do que encontraria pelas páginas do livro. Até mesmo porque um dos comentadores do livro cuidou em dizer que mesmo que você não concorde com todos os detalhes, seria beneficiado com a leitura.

Bem, esse ano, mais precisamente este mês, rendi-me ao medo do que leria e prontamente fiz o pedido do livro na Editora Monergismo. Num instante recebi a encomenda e, mesmo com o caos dos estudos seculares, eu comecei a lê-lo, e...

Sabe quando um livro é MUITO bom e você não quer parar de lê-lo? Passa a hora de dormir e você está ali, grudada nas páginas, lendo, pensando, grifando... Foi o que aconteceu comigo na leitura deste.

Voddie Baucham Jr. dá conselhos maravilhosos e até ousados, considerando a nossa cultura moderninha, mas de um modo simples e acolhedor. É impossível não se surpreender até mesmo com aqueles detalhes que você não concorda, inicialmente.

O tema tratado é instigante... Ainda mais porque na nossa sociedade estamos acostumados a procurar pessoas que nos satisfaçam, para que seja nosso cônjuge, quando na verdade deveríamos procurar um imitador de Cristo que será, antes de tudo, provedor, protetor, profeta e sacerdote do seu lar... O resto será conseqüência, benefício de uma família que serve a Cristo com integridade de coração.

Adquira na Editora Monergismo

10 de abr de 2013

Ouse ser firme - Stuart Olyott

Quando vi o título deste livro, achei que Olyott ia fazer um estudo exegético do primeiro capítulo de Daniel, e talvez da cova dos leões. Isto apostando numa habilidade sobre humana de exegese, para reproduzir 205 páginas de apenas um capítulo e outro, afinal, conhecia bem o livro de Daniel. Grande parte dele se dedica em profetizar sobre a “história” do mundo (história na nossa perspectiva temporal, já que tudo que Daniel profetizou, aconteceu). Do capitulo nove em diante, quase não há contato de Daniel com pessoas. São apenas relatos de suas visões. Então como falar do tema "firmeza" nessa circustância literária?

De qualquer maneira Ollyott me surpreendeu com este excelente livro. Ele viu a perseverança de Daniel, no desenrolar da história. Os reis foram trocados, primeiro Nabucodonosor, depois Nabonido (tempo de Belsazar), Dário, Ciro, e lá continuou Daniel, homem importante do seu tempo e sempre temente a Deus. Encerrou seu livro com as palavras de incentivo de nosso Senhor: 

“Tu, porém, vai até ao fim; porque descansarás, e te levantarás na tua herança, no fim dos dias. Daniel 12:13”

 Há muito que aprender neste livro. Tanto que demorei um pouco para termina-lo, porque a história me levava a desenterrar outros livros que tenho lá em casa, como “História” de Heródoto, e até “Código de Hamurabi” (Direito dos Caldeus). As grandes lições a serem aprendidas são a soberania de Deus na história do mundo e a perseverança dos santos. Perseverança essa que é assegurada pelo próprio Deus:

“Deus não se interessa muito por números, mas insiste em que nunca ficará sem testemunhas” (Página 13).

Esta menção de Olyott ilustra bem o que acontece no capítulo três, sobre os que perseveraram contra a ordem do rei, em se dobrar diante da grande estátua de Nabucodonosor. Eram apenas três. Os poucos que faziam a diferença.

Este livro é um estimulante a viver uma vida de firmeza, e sei que como humanos, precisamos vez ou outra de uma palavra de incentivo. Não é uma necessidade particular dos jovens, mas também dos mais velhos. O versículo citado acima (Dn 13:13) foi dito pelo Senhor quando Daniel tinha 84 anos. Então, vai aí minha indicação.

Você pode adquirir na Loja da Editora FIEL

3 de abr de 2013

Enriquezca su personalidad – Florence Littauer

Desenvolvi interesse pelo tema dos temperamentos humanos depois de tanto ouvir um amigo falar acerca deles. Para todo rasgo de sua personalidade ele vinha com a “desculpa” do “tenho o temperamento tal”. Isso me deu certo abusinho, mas aguçou minha curiosidade pela temática.
Informalmente, em uma tarde qualquer conversando sobre isso, uma amiga citou esse livro, e tal foi meu interesse em lê-lo que em 10 minutos eu já o havia comprado num site. Ele chegou a minha casa, muitas outras ocupações chegaram também e ele ficou adormecido lá na estante.
Em uma noite de insônia, resolvi pegar Enriquezca su personalidad para começar a ler, tal era meu desespero para ter sono. Rsrs! Eu imaginava que a dificuldade da leitura em outra língua me faria dormir mais rápido. Mas que nada! Eu me deleitava tanto logo nas primeiras páginas que tive de lutar para parar de ler e realmente tentar pegar no sono, pois eu precisava estar descansada para trabalhar no dia seguinte. :P
Simplesmente ma-ra-vi-lho-so! Desses livros que a gente tem saudade quando acaba. *-*
Eu não sabia antes de ler que ele é um livro cristão. Essa informação me deu mais prazer ainda na leitura. Florence Littauer é uma psicóloga cristã que trabalha como palestrante e conselheira (principalmente de casais) com seu esposo, Fred.
Fiquei apaixonada por sua forma de escrita (méritos para o tradutor para língua espanhola também) e sua didática impecável em tratar de um assunto delicado de uma forma tão leve e honesta. Ela não se constrange em explicar as debilidades de cada temperamento e é justa aos mostrar os pontos fortes de cada um deles. Fala de curiosidades, conta inúmeras histórias e acima de toda característica que possa ser predisposta a cada um de nós, ela defende que o Espírito Santo é quem molda nossa vida, portanto, podemos confiar nele para nos ajudar a dominarmos nosso temperamento.
O principal objetivo do livro é mostrar como podemos melhorar na prática nosso relacionamento com outras pessoas a partir do entendimento das características do temperamento delas e do nosso próprio. Podemos sim nos identificar e reconhecer as nossas debilidades e buscar minimizá-las em amor ao nosso próximo. Inclusive, na primeira parte do livro, é proposto um exercício em que, através das suas respostas, você descobre que temperamento ou combinação de temperamentos você (provavelmente) tem. Confesso que, inicialmente, me surpreendi com o meu resultado. Mas depois, fui lembrando da minha história e acabei concordando com Florece de que realmente devo fazer parte daquele grupo. 
Divirta-se com as hilárias histórias das esposas sanguíneas, admire aos melancólicos (e sinta um pouco de raiva deles também), se emocione com fatos fleumáticos e compreenda aos coléricos. Rsrsrs!
Dentre as muitas histórias reais narradas para ilustrar Enriquezca su personalidad, quase choro com o lindo relato de uma esposa sanguínea acerca de seu esposo fleumático e com o cuidado de um irmão melancólico para com sua irmã sanguínea. Muito interessante também é a atitude de uma amiga colérica para com suas amigas fleumáticas. E antes que eu não me contenha e solte milhares de spoilers, é melhor parar por aqui e terminar dizendo que recomendo essa leitura da capa à quarta capa! Sem dúvida, até agora, foi meu livro mais prazeroso do ano (e eu já li uma considerável quantia, viu?).
Ah! Não sei se o livro foi editado em português. O original é em inglês intitulado Personality Plus e tem tradução para o espanhol, que foi o que preferi ler. Eu comprei o meu na Estante Virtual.

Depois me conta o que achou, tá? Beijo!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...